AÇÕES

 

• Apoio ao desenvolvimento da Cooperativa dos Produtores Rurais de Algodão Colorido de Angical (Coopacita).

 

 

• Construção do CAEX – Central de Atendimento ao Expositor.

 

• Representação Agronegócio Salvador – Agroconsult.

 

• Fortalecimento das Ações de Marketing das Entidades Envolvidas com o Agronegócio do Algodão.

 

• Estruturação física do campo experimental da Fundação Bahia.

 

• Adequação físico-química do solo do centro de pesquisa e tecnologia do oeste baiano - fundação bahia.

 

• Programa de Desenvolvimento Sustentável da Cotonicultura do Vale do Iuiú e Região Sudoeste.

 

• Aquisição de Máquina HVI para  laboratório.

 

• Incentivo a introdução da cultura do algodão na agricultura familiar no Oeste baiano.

 

• Ação Junto a Organização Mundial do Comércio – OMC.

 

• Apoio a Cotonicultura da Região Sudoeste.

 

• Aquisição de máquinas, insumos e veículos auxiliares para a conservação dos recursos naturais da lavoura de algodão e escoamento da produção.

 

• Instalação de 01 poço tubular profundo no CPTO – Centro de Pesquisa e Tecnologia do Oeste da Bahia.

 

• Introdução da cultura do algodão na agricultura familiar no Oeste baiano.

 

 

• Programa de Incentivo à Cultura do Algodão – Proalba

Instituído em 2001, Pelo Governo do Estado da Bahia, com o objetivo de estimular a produção e melhorar a qualidade da fibra. Simultaneamente, foi criado o Fundo para o Desenvolvimento do Agronegócio do Algodão (Fundeagro).

 

 

• S.A.I. Sistema Abrapa de Identificação

A Abapa lidera e coordena na Bahia a execução do programa S.A.I., criado pela Abrapa, que tem como objetivo principal identificar e rastrear, fardo a fardo, o algodão comercializado no Brasil. Isto é feito através de etiquetas com código de barras. O S.A.I. traz vários benefícios, dentre eles, a garantia da qualidade do produto até o seu destino final, reduzindo também os roubos.

 

O programa S.A.I. já conta com a adesão de 95% das indústrias de beneficiamento instaladas na Bahia. A Abapa trabalha para que, nas próximas safras, a identificação com código de barras atinja 100% da produção dos fardos de algodão.

 

Pró Algodão

 

• Encontro Técnico do Algodão

A Abapa, em conjunto com a Fundação Bahia e outras instituições da cadeia produtiva do algodão no estado, realiza anualmente o Dia de Campo do Algodão. Este evento tem como principal objetivo difundir informações sobre as melhores e mais modernas técnicas produtivas de algodão, sendo, desta forma, uma excelente oportunidade de reunir, em um único local, todas as informações que os produtores precisam para garantir uma boa safra. Na ocasião, são divulgados os resultados dos trabalhos de pesquisa e extensão rural da Fundação Bahia e da Embrapa Algodão.

 

PROJETOS

 

• Algodão Brasileiro Responsável.

 

 

Projeto de sustentabilidade da Abapa que conta com profissionais que orientam os produtores de algodão nas normas de segurança do trabalho e boas práticas sociais, ambientais e econômicas, fazendo o diagnóstico das fazendas produtoras de algodão em relação à legislação trabalhista, ambiental e ambiente de trabalho. Projeto de parceria Abapa/Abrapa e IBA.

 

 

• Centro de Tecnologia

 

Treinamento de Operadores e Mecânicos de Máquinas Agrícolas tem como objetivo a capacitação e qualificação pessoal, aderindo às novas técnicas e resultando então na requalificação profissional no setor de mecanização, reduzindo assim os custos, aumentando a capacidade produtiva e gerando riqueza.
Inaugurado em Luís Eduardo Magalhães no ano de 2010, o centro foi construído através de uma parceria entre a ABAPA (Associação Baiana dos Produtores de Algodão), o concessionário Agrosul e a John Deere, através do projeto Parceiros da Tecnologia e conta com o apoio do Fundeagro e Senai. O centro possui salas para aulas teóricas, aulas práticas com maquinas e ferramentas, além de auditório, sala de informática e vestiários.
Os cursos contam com uma equipe técnica especializada do Senai, que dividem os treinamentos em três ambientes: o teórico (sala de aula), demonstrativo (contato com peças e ferramentas) e prático (contato com as máquinas), considerando conteúdos como preparo do solo, operação de máquinas, manutenção de máquinas, conservação das máquinas e implementos, entre outros.

 

• Tecendo Cidadania

 

Os participantes do projeto recebem constante treinamento para beneficiamento do algodão, manipulação dos teares, técnicas de aprimoramento para confecção de peças e apoio para a divulgação de seus produtos em feiras e exposições. Além disso, são ministradas palestras educativas para a comunidade local envolvendo assuntos como cooperativismo, técnicas de venda, entre outras.

Este projeto envolve-se com o social, o ecológico, o natural e o politicamente correto, tendo como resultado além do emprego e renda para a comunidade observa-se dignidade, cidadania e respeito ao próximo.

 

• Programa para Monitoramento e Controle do Bicudo

 

O programa de Monitoramento e Controle do Bicudo na Cultura do Algodão do Oeste da Bahia é uma ação desenvolvida pela ABAPA (Associação Baiana dos Produtores de Algodão) com apoio do Fundeagro, tendo a finalidade de conscientizar e orientar os produtores de algodão com relação erradicação do bicudo em suas propriedades, o qual gera bastante prejuízo aos cotonicultores.

O projeto conta com uma equipe de agrônomos e técnicos agrícolas, que realizam visitas sistemáticas em todas as áreas de algodão, algodoeiras, áreas de rotação e estradas, monitorando e orientando sobre as melhores opções para o controle do bicudo, além de prestar informações sobre prazos para plantio, destruição de soqueira, destruição de tigüeras, transporte correto de algodão, etc.

Este trabalho resulta em diminuição no número de defensivos agrícolas, aumento a produtividade na lavoura e os lucros para o cotonicultor.

 

• Programa de Conservação dos Recursos Naturais e Escoamento da Produção